Pesquisar este blog

27 abril 2020

O PRIMEIRO AFRICANO NO BRASIL

Foi durante a tarde daquele 22 de abril de 1500 quando a esquadra de Pedro Alvares Cabral ancorou em terras até então desconhecidas pelos Europeus. Além dos portugueses que compunham a frota de Cabral, há relatos de que havia africanos que também vieram nessa aventura.
Pouco se sabe sobre o primeiro escravo africano a pisar em solo brasileiro.  Mas o que sabemos, é através do livro “História do Brasil, desde o seu descobrimento por Pedro Alvares Cabral”, de Francisco Solano Constâncio, que relata de forma sucinta e primordial os eventos que se sucederam após a chegada da esquadra portuguesa em terras brasileiras.

Entre os primeiros tripulantes da frota de Pedro Álvares Cabral a desembarcarem na Praia de Porto Seguro na Baia, (chamada pela tripulação de Terra dos Papagaios) estava um grupo de intérpretes, que tentaram se comunicar com os índios tupiniquins usando das mais variadas línguas conhecias pelos portugueses, Árabe, Hebraico, Francês, Latim e Italiano.

fonte: https://www.facebook.com/BrasilisRegnum/

Porém nesse grupo de intérpretes estava um negro africano, identificado apenas como um “Negro Grumete da Guiné”, segundo o Historiador Francisco Solano Constâncio, o marinheiro africano da frota de Cabral teria espantado os índios com sua cor de pele escura e “cabelo torcido”, tão exótico quanto os portugueses, de narizes e olhos grandes e pele queimada pelo sol. “Começou um negro grumete a falar a estranha língua da Guiné, na vã tentativa de comunicar com os gentios, mas nem a língua e os acenos adiantaram para os índios acordarem a algum acordo”. (CONSTÂNCIO, 1839, p.67)

Fonte: História do Brasil, desde o seu descobrimento por Pedro Alvares Cabral. De Francisco Solano Constancio, 1839.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.